borracha ponteira

Por 25 centavos comprei um pedacinho de lembrança. Trouxe comigo apertada na mão, e a mão dentro do bolso, da papelaria até em casa revivendo a minha forma de escrever ao contrário alguns momentos da vida, de rabiscar a vontade de dizer pra em seguida fazê-la em farelos e soprá-la, ajudando com a mão que era pra não deixar vestígios na última folha do caderno ou na fórmica verde-água das mesas da sala de aula. Hoje não queria ter vindo. Michele e Diego. Nem toda lágrima tem sal. Por 25 centavos (e a balconista nem sabia disto) descobri que apagar é só mais um jeito de lembrar.

Anúncios

2 Respostas to “borracha ponteira”

  1. luigi Says:

    as citações do auden (por onde o google me indicou o blog) me deixaram bastante contente. ah, que bom seria se tivéssemos que estudar culinária e mitologia na universidade. agradeço pela leitura, já reservei o livro para compra ^^

  2. Diego Grando Says:

    legal!
    e tem uma citação melhor que outra nesse livro. =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: